Viva Rio Eficiente

O projeto Viva Rio Eficiente tem como missão promover a saúde e a inclusão social da Pessoa com Deficiência (PCD). Tendo em mente esse compromisso, desenvolvemos ações no campo da inclusão e qualificação profissional, sensibilização de profissionais de saúde e ações filantrópicas.

Os projetos em benefício das PCDs visam garantir a autonomia e a inclusão social, fortalecendo uma visão de sociedade acolhedora da diversidade. O Viva Rio Eficiente entende a deficiência como manifestação da diversidade que caracteriza nosso convívio social, ou seja, que trata-se de um traço constitutivo do indivíduo, algo que garante sua singularidade. Assim, cabe à sociedade como um todo promover esforços para acolher e estimular sua composição múltipla, ao mesmo tempo em que busca romper as barreiras econômicas, políticas e culturais que impedem as PCDs de terem um papel ativo.

Recrutamento e Seleção

O Viva Rio Eficiente tem como objetivo possibilitar que as PCDs desenvolvam seu potencial como membros ativos da sociedade, superando quaisquer estigmas e preconceitos. Hoje selecionamos PCDs para inserção em todos os processos seletivos da instituição. Para além da contratação, estruturamos um processo de acolhimento no qual uma equipe acompanha o funcionário para esclarecer direitos, inibir ações discriminatórias e promover ambientes de trabalho mais inclusivos.
Diante da forte atuação da O.S. Viva Rio no âmbito da saúde, realizamos treinamentos para profissionais de saúde visando sensibilizá-los sobre a questão da deficiência. Identificamos que muitos profissionais tinham dúvidas em relação à identificação de deficiências e estratégias de abordagem. Assim, desenvolvemos tal capacitação visando melhorar o acesso das pessoas com deficiência aos serviços de saúde.

Ações Filantrópicas

Oferecemos cursos de formação básica em auxiliar administrativo, com o objetivo de qualificar PCDs em técnicas de trabalho, ética, cidadania, comunicação, vivência profissional e inclusão digital. Desenvolvemos também iniciativas para promover o acolhimento das PCDs em atividades físicas realizadas nas unidades de saúde. Partindo da compreensão da cultura como direito humano, o projeto Viva Rio Eficiente, através de parcerias com instituições, promove o acesso de PCDs a eventos como exposições, shows e teatros, visando garantir a acessibilidade. Em um espaço acolhedor da diversidade, também realizamos uma Oficina de Artesanato para pessoas com e sem deficiência em que são produzidos desenhos, mandalas à base de bambu e lã, decorações em caixas de madeira, garrafas de plástico e trabalho em crochê.

A busca pela autonomia das PCDs passa obrigatoriamente pela possibilidade de executar atividades corriqueiras de maneira autônoma, inclusive no âmbito doméstico. Identificamos, em parceria com as unidades de saúde dos territórios, PCDs com necessidade de adaptações domiciliares. As intervenções são simples, porém fundamentais para promover a autonomia e, mais precisamente, resgatar a dignidade dessas pessoas.

A Viva Rio tem como premissa que a saúde e a autonomia das PCDs dependem de esforços para ultrapassar barreiras como políticas exclusivas e arquitetura e tecnologia pouco adaptadas. A deficiência demonstra apenas como a vida em sociedade é diversa e não deve ser a razão para nenhum tipo de preconceito.

As chamadas “necessidades especiais” acabam por perder o sentido na medida em que percebemos que todos os indivíduos possuem necessidades e limitações, tendo ou não algum tipo de deficiência. É imprescindível conceber a Pessoa com Deficiência (PCD) como participativa, integrada ao meio social e no campo profissional, fortalecendo sua adaptação, potencializando aptidões, ampliando seu campo de oportunidades e colocando-a em igualdade de condições.